Crie um site como este com o WordPress.com
Comece agora

ROTEIRO DE ATIVIDADES DE LÍNGUA PORTUGUESA E GEOGRAFIA 9º ANO

LÍNGUA PORTUGUESA

Análise linguística/semiótica Expressividade nos textos

Você já reparou que alguns textos são mais atraentes que outros? Usam algumas mensagens mais expressivas, para te chamar a atenção ou fazer refletir, ou ter alguma memória, ou até mesmo cantarolar?

Esses textos, normalmente, fazem uso de um recurso chamado Figuras de linguagem ou de expressão. Veja algumas delas:

  • Aliteração: A aliteração consiste na repetição de consoantes ao longo do texto. é muito usada para para criar trava-línguas e dar ênfase ao texto.
  • Assonância: A assonância é a repetição ordenada de sons vocálicos similares.
  • Anáfora: A anáfora é a repetição de uma ou mais palavras de forma regular.
  • Pleonasmo: Pleonasmo é a repetição da palavra ou da ideia contida nela para intensificar o significado.
  • Sinestesia: A sinestesia acontece pela associação de sensações por órgãos de sentidos diferentes.

1 – Observe a letra da música – Parabólica do grupo Engenheiros do Hawaii:

 Ela para e  fica ali parada

Olha-se para nada (Paraná)

Fica parecida (Paraguaia)

Para-raios em dia de sol para mim

Prenda minha parabólica

Princesinha parabólica

O pecado mora ao lado

E o paraíso paira no ar

Pecados no paraíso

Se a TV estiver fora do ar

Quando passarem os melhores momentos da sua vida

Pela janela alguém estará

De olho em você

Completamente paranoico

Prenda minha parabólica

Princesinha Clarabólica

Paralelas que se cruzam

Em Belém do Pará

Longe, longe, longe (aqui do lado)

(Paradoxo: Nada nos separa)

Eu paro

E fico aqui parado

Olho-me para longe

A distância não separabólica.

http://www.letras.mus.com/engenheiroshawaii/

1.A música toda é construída com figuras de linguagem.  Dentre elas nós temos: Assinale (V) para verdadeiro e (F) para falso.

a.(     ) a repetição da consoante p em todos os versos representa a figura de linguagem chamada de Aliteração.

b.(    ) a repetição da consoante p em todos os versos, representa a figura de linguagem chamada de Assonância.

c.(   ) Nos versos: “Ela para e fica ali parada/ Eu paro e fico aqui parado”. Há uma repetição dos  termos sem necessidade( para-parada/ paro-parado) Essa figura de linguagem chama-se: Pleonasmo.

d.(   ) No verso: Pela janela alguém estará de olho em você. A palavra destacada representa a figura de linguagem conhecida como: Sinestesia.

e.(   ) No verso: “…Longe, longe, longe…” temos a figura de linguagem denominada de Anáfora, pois um termo é repetido três vezes.

2.Analise o trecho da música  Águas de março da cantora Elis Regina e responda:

“É o vento ventando, é o fim da ladeira

É a viga, é o vão, festa da cumueira

É a chuva chovendo, é conversa ribeira

Das águas de março, é o fim da canseira…”

Qual é o nome da figura de linguagem presente nos versos destacados na letra da música “Águas de março”?

3.No verso:  “É a viga, é o vão, festa da cumueira…” temos uma repetição da vogal /a/ Como é o nome dessa figura de linguagem?

GEOGRAFIA

Metodologia/ Estratégias: O aluno deverá  fazer a  Leitura do texto, observar os mapas.

Os setores da economia na África e na América

Primeiro momento: Questão disparadora: O que você sabe sobre o continente africano?

Segundo momento: Texto. África

54

São 54 os países da África. O continente africano possui o maior número de países,

África é o terceiro maior continente, o segundo mais populoso e, apesar das imensas riquezas naturais e minerais, o mais pobre. O continente contribui apenas com 1% do produto interno bruto (PIB) do mundo e cerca de 1/3 dos seus habitantes vivem com menos de um dólar por dia, abaixo do nível de pobreza definido pelo Banco Mundial. O principal motivo da miséria africana é o imperialismo praticado pelas nações europeias a partir do século XVI e a tardia descolonização dos países, a partir da segunda metade do século XX, o que levou a uma industrialização tardia e incompleta, ainda hoje. Outros fatores como conflitos armados, técnicas atrasadas, mão de obra pouco qualificada, dificultam ainda mais o desenvolvimento da África.

Tradicionalmente, as populações africanas são formadas, em sua maioria, por pastores e agricultores. A agropecuária é a atividade econômica que mais absorve mão de obra no continente. Observamos duas formas de plantio na África: a de subsistência e a em forma de plantation. A agricultura de subsistência de baixo rendimento, que serve apenas para a manutenção do individuo e/ou de sua família, com um pequeno excedente comercial, varia de acordo com a formação climática. Na zona de clima mediterrâneo, encontramos plantações de uva, legumes, oliveiras, frutas e cereais. Nas zonas tropicais há o cultivo de cereais nativos como o painço e o sorgo, além da criação de gado caprino e ovino. Na zona equatorial observamos uma cultura nômade de tubérculos: mandioca, batata, inhame, plantados em solos pouco férteis e com técnicas rudimentares. O sistema de plantation é gerido por empresas transnacionais e serve principalmente para o abastecimento de mercados externos. Novamente o clima é o principal fator determinante das culturas. No norte mediterrâneo encontramos o cultivo de frutas, videiras, oliveiras, cereais. O clima tropical e equatorial favorece o cultivo de cacau, café, chás, algodão, cana-de-açúcar e banana, além da extração de árvores de madeira nobre, como ébano e mogno.

A principal atividade econômica praticada na África é o extrativismo mineral. Países como Angola, Nigéria, Mauritânia, Líbia, África do Sul, Republica Democrática do Congo (RPC) e Zâmbia têm nessa atividade mais da metade de suas exportações. Os principais minérios explorados são: urânio, em Níger e Namíbia, cobre, na África do Sul, Zâmbia, Zimbábue e RPC, diamantes, em Lesoto, Botsuana e Serra Leoa, ferro, na Mauritânia e África do Sul, bauxita, no Moçambique, além de petróleo na Líbia e Nigéria. A atividade de extração em superfície muitas vezes é feita de forma primitiva, por garimpeiros com equipamentos simples, já a exploração em profundidade é feita por empresas transnacionais. Os dois tipos de exploração têm por objetivo abastecer o mercado externo. A exploração de diamantes, em alguns casos, utiliza mão de obra escrava de jovens e crianças, associando-se ao tráfico das pedras e de armas.

A extrema concentração de renda nas mãos das poucas elites africanas, as remessas de lucros das empresas transnacionais e a industrialização tardia fazem com que poucos países tenham uma indústria diversificada e produtiva capaz de influenciar no PIB. Os únicos países com uma industrialização dinâmica e diversificada são a África do Sul e Egito. A África do Sul é responsável por 1/5 do PIB do continente, com atividade industrial nos ramos químico, de siderurgia, metalurgia, alimentício, maquinário agrícola e de transporte, além da indústria têxtil. Sendo o mais importante país da Comunidade da África Meridional para o Desenvolvimento, principal bloco econômico do continente africano.

Mapa da África

Fontes:
http://www.sogeografia.com.br/Conteudos/Continentes/Africa/?pg=4
http://tbggeografia.blogspot.com.br/2010/09/economia.html

Terceiro momento : América .

América é o maior continente em extensão norte–sul localizado no Hemisfério Ocidental e compreende uma área total de 42.189.120 km2. O continente é habitado por cerca de 902.892.047 pessoas, e nele são faladas diversas línguas, como espanholinglêsportuguês, francês, neerlandês e línguas nativas. O continente é constituído por 35 países e 18 territórios independentes. Os países são banhados pelos oceanos Atlântico e Pacífico.

Esse enorme território é dividido em subcontinentes: América do Norte, América Central e América do Sul. Alguns estudiosos e organizações, como a Organização das Nações Unidas (ONU), consideram apenas a divisão em América do Norte e América do Sul, considerando que ambas são ligadas por um istmo (estreita faixa de terra que liga duas áreas de maior extensão).

A América é o maior continente em área norte–sul.

Outra divisão da América é conhecida como América Latina, uma região que corresponde aos países que falam as línguas derivadas do latim, como o português e o espanhol. Basicamente, a América Latina abrange a região dos países pertencentes à América Central e à América do Sul colonizados pelos portugueses e espanhóis.

O continente americano era habitado por nativos até a chegada dos europeus. Espanhóis, portugueses, holandeses, franceses e outros povos do Velho Mundo colonizaram a América, e a miscigenação deles com os povos nativos deu origem à população atual do continente. A independência dos países da América do Norte iniciou-se por volta de 1776, já a da América Latina iniciou-se no decorrer do século XIX.

Dados gerais

  • Continente: América
  • Gentílico: americano
  • Países: 35 países e 18 dependências
  • Extensão territorial: 42.189.120 km2
  • População: 902.892.047 habitantes
  • Maior país: Canadá (9.984.670 km2)
  • Menor país: São Cristóvão e Névis (261 km2)
  • Idiomas: inglês, espanhol, português, francês, neerlandês e línguas nativas
  • Subcontinentes: América do Norte, América Central e América do Sul

América do Norte

América do Norte é formada por três países e localiza-se na parte setentrional do continente americano.

América do Norte foi inicialmente explorada pelos espanhóis, por volta de 1942. Franceses e ingleses também colonizaram regiões desse subcontinente, o qual se localiza em uma área de 24.709.000 km². Suas fronteiras estão delimitadas, a leste, pelo oceano Atlântico, a oeste, pelo Oceano Pacífico; já ao sul, estão ligadas à América Central, e ao norte, estão ligadas ao Ártico.

Os países que formam o subcontinente são: Canadá, que é o maior país do subcontinente; Estados Unidos; e México, que é o menor deles. Alguns territórios dependentes também se encontram nele, ao todo são quatro dependências. Vivem nesse subcontinente 579.024.000 habitantes.

Os países da América do Norte fazem parte de alguns acordos, como o Nafta, substituído em 2018 pelo USMCA (conhecido como Nafta 2.0) — um tratado de livre comércio entre as nações.

América do Sul

América do Sul é formada por 12 países e está na parte meridional do Continente americano.

América do Sul é localizada em sua parte meridional. Ela abrange uma área de 17.819.100 km2 e é habitada por cerca de 388 milhões de habitantes. O subcontinente é banhado pelo Oceano Atlântico, a leste, e pelo Oceano Pacífico, a oeste. Ao norte está limitado pela América Central, e, ao sul, pela Antártida.

O subcontinente era habitado por povos nativos, sendo encontrado pelos portugueses por volta de 1498. Espanhóis e portugueses exploraram as partes desse território, e, posteriormente, vieram outros povos europeus, uma vez que os recursos naturais aqui encontrados atraíam os colonizadores, fazendo do subcontinente, então, fonte de matéria-prima para a Europa.

Saiba mais: Diferença entre matéria-prima e commodities

A América do Sul é formada por 12 países e três dependências. Os países são: Argentina, Bolívia, Brasil, Chile, Colômbia, Equador, Guiana, Paraguai, Peru, Suriname, Uruguai, Venezuela. A Guiana Francesa, apesar de estar na América do Sul, é um território ultramarino francês. Os territórios dependentes são: Aruba, Bonaire e Curaçao (Países Baixos), Ilhas Malvinas, Ilhas Geórgia e Sandwich do Sul (Reino Unido).

América Central

América Central une os subcontinentes América do Norte e América do Sul.

América Central é um subcontinente localizado entre a América do Norte e a América do Sul, compreendendo, portanto, a faixa central do continente americano. É formada por 20 países ístmicos e 16 dependências.

Os países são: Antígua e Barbuda; Bahamas; Barbados; Belize; Costa Rica; Cuba; Dominica; El Salvador; Granada; Guatemala; Haiti; Honduras; Jamaica; Nicarágua; Panamá; República Dominicana; Santa Lúcia; São Cristóvão e Névis; São Vicente e Granadinas e Trinidad; e Tobago.

Esse subcontinente abrange uma área total de 742.204 km2 e é habitado por aproximadamente 92 milhões de habitantes. Inicialmente era povoado por indígenas, e depois passou a ser explorado pelos europeus no começo do século XVI. Os povos que habitam essa região falam espanhol, inglês, neerlandês e papiamento, além de várias línguas nativas.

América Central está localizada geograficamente em uma região de bastante instabilidade. Muitos países são afetados por fenômenos naturais, como furacões e terremotos, os quais devastam muitas áreas e dizimam milhares de pessoas. Ainda, alguns países convivem com os desastres provocados por essas intempéries naturais e têm dificuldade em reconstruírem-se.

Publicidade

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: