Crie um site como este com o WordPress.com
Comece agora

ROTEIRO DE ATIVIDADES DE ARTE E HISTÓRIA 6º ANO

ARTE

Olá aluno (a), seja bem-vindos ao 3◦ Bimestre com o tema central “Teatro”, onde
ampliaremos nosso olhar sobre essa linguagem da Arte o Teatro, com certeza, nós
iremos nos surpreender, se envolva e vamos juntos conhecer um pouco mais sobre esse
mundo teatral, não deixe de acompanhar as aulas do CMSP, e na dúvida, entre no chat
do atendimento ao aluno nos horários combinados para conversarmos.

MOMENTO 1- RODA DA CONVERSA

 (Caderno do aluno 6° ano, volume 3 partes 1, páginas6 e 7)

Neste volume, você vai conhecer a Linguagem Teatral, a estreita relação do teatro com o circo, a magia do teatro-circense, os vários profissionais envolvidos na produção de espetáculos (figurinista, aderecista, maquiador, cenógrafo, iluminador, sonoplasta, atores do teatro e dos personagens circenses etc.), vai estudar sobre os gêneros teatrais. Em seguida, iremos fazer levantamentos prévios sobre o tema e no final responder questionário.

O que você sabe sobre o teatro?

Você já participou de algum teatro?

Ao longo de sua escolaridade, você já participou?

Caso você nunca tenha ido ao teatro, acesse os vídeos a seguir:

MOMENTO 2- TEATRO

O teatro teve sua origem no século VI a.C., na Grécia, surgindo das festas dionisíacas realizadas em homenagem ao deus Dionísio, deus do vinho, do teatro e da fertilidade. Essas festas, que eram rituais sagrados, procissões e recitais que duravam dias seguidos, aconteciam uma vez por ano na primavera, períodos em que se fazia a colheita do vinho naquela região.

O teatro grego que hoje conhecemos surgiu, segundo historiadores, de um acontecimento inusitado. Quando um participante desse ritual sagrado resolve vestir uma máscara humana, ornada com cachos de uvas, sobe em seu tablado em praça pública e diz: “Eu sou Dionísio!”. Todos ficam espantados com a coragem desde ser humano colocar-se no lugar de um deus, ou melhor, fingir ser um deus, coisa que até então não havia acontecido, pois um deus era para ser louvado, era um ser intocável. Este homem chamava-se Téspis, considerado o primeiro ator da história do teatro ocidental. Ele arriscou transformar o sagrado em profano, a verdade em faz-de-conta, o ritual em teatro, pela primeira vez, diante de outros, mostrou que poderíamos representar o outro. Este acontecimento é o marco inicial da ação dramática.

https://www.infoescola.com/wp-content/uploads/2012/02/teatro-grego-herodion_612032423-1000x667.jpgParalelos a este acontecimento sociocultural, vão surgindo os prédios teatrais gregos, que eram construções ao ar livre, formadas em encostas para facilitar o escalonamento das arquibancadas. O prédio teatral grego era formado, basicamente, da seguinte estrutura: arquibancada, orquestra, thumelê, proscênio e palco.

Teatro de Herodion (Atenas, Grécia). Foto: Anastasia Fragkou / Shutterstock.com

A arquibancada era feita de pedras e sua utilização pelos cidadãos gregos era democrática, dali todos podiam assistir com a mesma qualidade de visão as tragédia, comédias e sátiras. A orquestra era o espaço central circular onde o coro, formado por dançarinos, se apresentava. O thumelê era uma pedra fincada no centro da orquestra destinada as oferendas para o deus Dionísio. O proscênio destinava-se ao corifeu, líder do coro, era o espaço entra o palco e a orquestra, e o palco, construído inicialmente de madeira e mais tarde em pedra, era o espaço destinado à exposição dos cenários e para troca de figurinos e máscaras. Podemos encontrar diferentes vestígios desta cultura artística em nosso teatro contemporâneo, bastando um estudo aprofundado por diferentes olhares estéticos.

Teatro de Epidauro (Argólida, Grécia). Foto: PitK / Shutterstock.com

REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS

BERTHOLD. Margot. História mundial do teatro. São Paulo: Perspectiva, 2004.

PEIXOTO, Fernando. O que é teatro. São Paulo: brasiliense, 1998.

PIGNARRE, Robert. História do teatro. Lisboa, PT: Publicações Europa-América, S/D.

                     Texto originalmente publicado em https://www.infoescola.com/artes/historia-do-teatro/

MOMENTO 3- SONDAGEM (Registrar no caderno com linhas ou caderno de desenho)

 1. Você já foi ao teatro? Qual peça você assistiu?

 2. Você lembra de algum personagem? Como era a roupa dela (figurino)? Algum personagem usava chapéu, bengala, guarda-chuva, ou outro objeto (adereço)?

3. Como ela andava? Como eram seus gestos (gestualidade)? Como era a voz dela (era normal ou diferente)? Ela usava maquiagem ou máscara?

4. Como era o cenário da peça? Tinha uma iluminação contínua (como a da sala de aula) ou ela mudava?

5. Havia música e/ou ruídos durante a apresentação? O que você pensa sobre o que ouviu?

A música e os ruídos ajudaram ou atrapalharam as cenas?

6. Você sabe o que é uma improvisação teatral? E jogo cênico?

7. O que você acha que é uma performance?

8. Existem diversos gêneros teatrais. Sabendo disso, você sabe quais são as diferenças e semelhanças entre comédia e farsa?

9. O que é um esquete? Qual é a diferença entre cena e esquete?

10. Você já foi ao circo? Conhece a personagem palhaço? Já viu este personagem em algum outro lugar?

11. Existem relações entre o teatro e o circo? Comente.

HISTÓRIA

A invenção do Mundo Clássico e o contraponto com outras sociedades.

O que é mapa mental? 

Mapa mental* é uma técnica de estudo criada no final da década de 1960 por Tony Buzan, um consultor inglês. Ela consiste em criar resumos cheios de símbolos, cores, setas e frases de efeito* com o objetivo de organizar o conteúdo e facilitar associações entre as informações destacadas. Esse material é muito indicado para pessoas que têm facilidade de aprender de forma visual*.

Na sua ficha de mapa mental, “você pode relacionar o contexto* histórico de um tema, informar onde tudo aconteceu deixar claro se a localização influenciou nas condições econômicas e, consequentemente, sociais e políticas, entre outros”. Resumindo: é uma ficha de estudos que te dará uma visão geral do tema, te ajudará a fixar os pontos mais importantes da matéria e permitirá que você faça todas as associações possíveis sobre o acontecido.

Essa técnica de estudos ajuda a memorizar os principais pontos do tema estudado e organizar os detalhes na sua cabeça. O mapa mental ajuda a memorizar e fixar os conceitos mais importantes. Em segundo lugar, ele te ajuda a estabelecer as relações entre os temas.

“Ele é uma ferramenta de estudo, é um complemento”. Sua função é fixar termos mais importantes e gravar detalhes.

Significado de algumas palavras do texto.

Visual: visão.

Mental: que se processa na mente.

Frase de efeito: provoca um efeito, emoção.

Contexto: conjunto de palavras, frases, ou o texto que precede ou se segue a determinada palavra, frase ou texto, e que contribuem para o seu significado.

Publicidade

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: